Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alien's Home

Acabou...Ufa!

por Alien, em 25.12.22

dfe4f93afac3387faddebbfb70c1cc09.gif

O amor, a família, o bacalhau e o peru. 

Os meus familiares que me perdoem pelas palavras que se seguem, mas...ter a casa cheia durante três dias dá-me cabo da cabeça. Às tantas já não oiço os meus neurónios a conversar uns com os outros. São poucos, mas trabalham bem, contudo no natal entram em greve.

Risos, sim. Muitos. Amor, sim. Vontade, por vezes de fugir. Sim.

Po agora não há mais.Next year only.

Mas isto sou só eu

Bolinha vermelha no canto

por Alien, em 19.11.22

R (2).gif

Hoje deu-me para isto. Este cantinho vai explodir!

Não sei se a blogosfera está preparada para este texto? Não sei se os terrestres estão preparados? Ai , os meus receios alienígenas!

SEXO COM AMOR
SEXO SEM AMOR


Existe diferença? Claro que sim! Pelo menos para nós, aliens, existe.

Acredito que muitos terrestres se identifiquem com o que vou explanar. Outros, nem por isso.

Vamos desde já retirar a masturbação desta equação. A masturbação é sem dúvida - como diz woody allen - o fazer amor com quem gostamos, nós próprios. Contudo, e se ao fazê-lo temos na cabeça a martelar e no coração a bombar, alguém em concreto?

Continua a ser um acto puramente sexual, sem emotividade? Já não tenho certezas quanto a este cenário.

Sexo é sexo. Algo animalesco sem o qual não sabemos viver em plenitude, é quase como comer ou beber, é essencial para o nosso bem-estar. Estamos de acordo?

Agora, vamos lá ao que interessa: existe ou não uma diferença entre termos sexo com alguém que amamos e ter sexo com alguém que pouco nos diz? Uma coisa de uma noite, ou até de várias noites, mas que não nos tira o sono, aquela pessoa. Se está por perto, ok. Se não está, ok.

Existe uma diferença? Se existe!
Quando temos relações sexuais com alguém por quem nutrimos um sentimento emocional forte, como o amor, a intensidade do acto é muito mais ampliada. Para começar, o desejo sexual é mais exacerbado. A pessoa ao nosso lado aumenta estupidamente a nossa libido, isto porque temos todos os nossos sentidos focados naquele ser que amamos.

R (1).gif

Quanto ao sexo sem amor. Como dizem muitos humanos; é sexo puro e duro. Não existe uma relação sentimental, apenas uma sexual. Dois seres que se divertem porque ter sexo é sempre bom, raras excepções, como quando um dos dois não sabe o que está a fazer. Preenche da mesma forma que o sexo com amor? Não acredito. Comigo nunca chegou perto. E com vocês?

Quero sublinhar aqui algo muito importante. Para mim - mais uma vez, sendo uma alien - existe uma terceira categoria. Sexo com a pessoa que amamos e o fazer amor com essa mesma pessoa.

Existem momentos em que fazemos amor com o nosso parceiro/a, é mais intenso, intimo, é um querer diferente, até o orgasmo é distinto. Mas, existem por vezes, ocasiões em que só nos apetece que a outra pessoa chegue a casa para lhe saltarmos para cima, e darmos uma valente ali mesmo no chão.

Finalizando, tenho de corrigir o título deste texto para:
Sexo com Amor
Sexo sem Amor
Sexo puro e duro com Amor

E pronto, estamos falados. Não me quero alongar, já falei demais e tenho medo de como este texto vai ser recebido pelos visitantes deste cantinho.

Apeteceu-me trazer a palavra, não do senhor, a proibida, para a blogosfera.

Mas isto sou só eu